Definição de pleonasmo

O que é pleonasmo: Pleonasmo é uma técnica retórica usada para realçar o significado de um termo, repetindo a própria palavra ou o pensamento nela contido. A palavra pleonasmo vem do latim pleonasmo, que significa redundância.

exemplo de pleonasmo No poema de Manuel Bandeira, na frase “Choveu uma triste chuva de resignação”, o autor repetiu o significado já contido no verbo torain ao usar a palavra chuva. Essa repetição é usada para aumentar a expressividade do verbo rain.

Tipos de pleonasmo

Existem dois tipos de pleonasmos, caracterizados de acordo com a intenção de seu uso: o literário e o vicioso.

O pleonasmo literário é uma figura de linguagem, usado intencionalmente para reforçar a ideia contida na frase. Já o pleonasmo vicioso é um vício de linguagem. Nestes casos não é necessário ao contexto da frase e geralmente é usado por desconhecimento ou por falta de cuidado com o uso da linguagem.

Pleonasmo literário

O pleonasmo literário ou intencional é usado como um recurso de estilo, quando se pretende que o leitor ou o ouvinte se surpreenda e fique mais atento ao que está sendo escrito ou falado. É um recurso usado para enfatizar o que está sendo dito pelo autor.

Exemplos:

Na música “Valsinha” de Chico Buarque de Holanda e Vinícius de Morais, podemos encontrar um pleonasmo:

“E ali dançaram tanta dança,
que a vizinhança toda despertou”.
Ele morreu de morte matada.

Pleonasmo vicioso

O pleonasmo vicioso é um vício de linguagem, é a repetição supérflua da palavra ou da ideia contida na frase. Neste caso é uma redundância desnecessária e não agrega nenhum valor ao que está sendo dito ou escrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *