DNA

ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO

O ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO ( ácido desoxirribonucleico) é uma corpúsculo que carrega as informações genéticas (o material sucessivo ) dos pessoas vivos – inclusive nós, seres humanos. Qualidades físicas, como a coloração da pele ou a coloração dos olhos, estão existentes em nosso ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO.

Efetua para comparar o ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO com um livro de receitas, uma vez que ele possui as orientações necessárias para a obra e o progresso de um corpo visível, seja ele uma veio, um mono ou um cidadão. Essas orientações biológicas contidas no ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO são passadas de geração a geração por meio da imagem.

Imagem ilustrativa de uma corpúsculo de ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO.

No qual o ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO é achado

Grande parte do ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO é achado dentro do aldeia das células. Isto explica o “nucleico” em seu nome. Dá-se o nome de genoma ao conjunto de ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO presente no aldeia das células de um corpo visível. O aldeia compõe somente 10% do volume da célula. As moléculas de ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO ficam enroladinhas lá dentro.

Uma jovem parte do ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO ( cerca de 1% do ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO da célula ) é encontrada fora do aldeia: nas mitocôndrias, pequenos órgãos no interior das células que geram força. Este tipo de ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO recebe o nome de ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO mitocondrial.

Estrutura e composto do ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO

O ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO possui uma estrutura de dupla caracol: uma estrutura em maneira de tarraxa constituída por duas longas fitas que se unem a partir de ligações de hidrogênio.

Cada uma dessas fitas de ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO é constituída por blocos químicos chamados nucleotídeos, que são feitos de 3 componentes: açúcar de cinco carbonos, um ou mais categorias de fosfato e uma base de ar. O que diferencia os nucleotídeos entre si é a sua base.

As bases nitrogenadas do ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO

Há quatro tipos de bases de ar nos nucleotídeos:

Adenina (A)

Timina (T)

Citosina (C)

Guanina (G)

As qualidades genéticas de um corpo dependem da ordem dessas bases nitrogenadas que compõem cada uma das fitas de ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO. Em outras palavras: as informações genéticas de um ser visível estão contidas na sequência dessas bases. Nossas orientações genéticas estão então. A sequência ATCGCT, por exemplo, pode distinguir uma qualidade física sui generis, como a coloração dos olhos.

Ofício do ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO

A corpúsculo de ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO tem informações sobre o que somos e o que precisamos para nos reproduzir. Dessa maneira, ao mesmo tempo em que o ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO armazena nossas qualidades genéticas, ele detém as orientações necessárias para a formação de proteínas, macromoléculas que evidencia várias utilidades vitais.

O desenvolvimento e a preservação dos tecidos do nosso corpo, por exemplo, dependem da reunião proteica, que é o processamento de fabricação de novas proteínas. Nesse processamento, o ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO possui ofício central, já que é ele quem determina o parecer de moléculas orgânicas chamadas aminoácidos. Cada proteína pode ter milhares de aminoácidos em sua composto. Todas as proteínas do nosso corpo são feitas por meio do modelo fornecido pelo ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO.

O processamento de fabricação de novas proteínas acontece a partir de algumas etapas. O ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO precisa transfigurar os aminoácidos em proteínas. Como o ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO está dentro do aldeia e os aminoácidos estão fora do aldeia (no citoplasma), proteínas chamadas enzimas transcrevem as informações do ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO em cópias intermediárias: o RNA.

A primeira parte desse processamento é a translado gênica. Este processamento acontece dentro do aldeia da célula e consiste na pastiche das informações do ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO nessa corpúsculo mensageira tragada RNA.

A segunda parte do processamento é a tradução. Por ser menor, a corpúsculo recém-formada de RNA é capaz de alterar os poros do aldeia, entrando no citoplasma. O RNA navega pelo citoplasma, transportando os aminoácidos, até o ribossomo. As informações são traduzidas no ribossomo, no qual acontece a reunião proteica.

Veja similarmente: Proteínas e Aminoácidos.

Diferenças entre ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO e RNA

ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO e RNA, ainda que estejam relacionados, são distintos e cumprem utilidades distintos. Dentre as principais diferenças, podemos enfatizar as seguintes:

Quantidade de monossacarídeo do ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO é a desoxirribose. No RNA é a ribose.

A estrutura é distinto: o ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO possui cadarço dupla, enquanto o RNA possui cadarço simples.

As bases nitrogenadas são distintos: apenas o ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO tem timina, e apenas o RNA tem uracila.

As diferenças se tornam mais claras no momento em que olhamos para as utilidades que essas moléculas exercem. O ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO está ligado ao armazenamento de informações genéticas, ao passo que o RNA ( ácido ribonucleico) cumpre uma ofício sui generis na reunião proteica.

O RNA age de modo direto na fabricação de proteínas. Ao longo a tragada reunião proteica, ele transporta códigos genéticos (armazenados no ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO ) em direção aos ribossomos, no qual essa informação é traduzida.

Os 3 tipos mais conhecidos de RNA são o indicador, o transportador e o ribossômico. Os 3 participam da reunião proteica. O RNA indicador carrega os códigos. O transportador leva os aminoácidos ao ribossomo. Já o ribossômico, como o próprio nome recomenda, faz parte do ribossomo, no qual acontece a reunião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *